facebook google + twitter comunidade cadastre-se    sua conta
Saúde da Próstata

NOTÍCIAS

 notícias
 áudios
 vídeos
 busca
 cadastre-se
Notícias

ACESSOS

envolva-se

 

quem somos
o abc da próstata
prostatite
hiperplasia
câncer de próstata
fui diagnosticado
exames grátis
prevenção
notícias
artigos
cadastre-se
sua conta
solicitar palestra
recomendados
fale conosco

 

pacientes

 

família

 

busca
 

NOTÍCIAS


Centro de Oncologia da Rede DOr é inaugurado no Rio de Janeiro (29/06/2011)
por Vinícius Andrade

ref.: bagarai

Rede DOr inaugura Centro de Oncologia no Rio de Janeiro. Investimento de R$ 30 milhões engloba infraestrutura e equipamento de ponta de radiocirurgia para tratamento do câncer.

A Rede DOr, maior operadora independente de hospitais e laboratórios do Brasil, inaugurou hoje, 28/06, o Centro de Oncologia, localizado em prédio anexo ao Hospital Quinta DOr. Situado no bairro de São Cristóvão, o espaço é o primeiro do estado do Rio de Janeiro a oferecer, dentro de um mesmo complexo hospitalar, diagnóstico e tratamento para o câncer através de serviços de alta complexidade.

Com uma capacidade de atendimento de 70 pacientes/dia apenas no serviço de Radioterapia, o Centro disponibilizará a mais recente inovação no setor tecnológico para tratamento de tumores: o equipamento dedicado a radiocirurgia Novalis, guiado por imagem e que permite estender o grau de precisão e eficiência já aplicada à região crianiana para diversas outras áreas do corpo. O equipamento é indicado para tumores iniciais e metástases e até mesmo doenças benignas, como alguns tumores e malformações vasculares, além de permitir que o paciente volte às suas atividades normais, muitas vezes, no mesmo dia.

O Centro de Oncologia faz parte da estratégia da Rede DOr de investir em tratamentos de alta complexidade. "Nosso posicionamento no mercado é aliar a reconhecida qualificação do corpo técnico do grupo à inovação para oferecer um atendimento de excelência voltado a tratamentos de alta complexidade que demandam infraestrutura tecnológica", afirma Monica Guedes, Diretora-Geral do Hospital Quinta DOr. "A criação do Centro é um compromisso com a sociedade que, a partir de agora, tem à disposição no Rio de Janeiro um local em que pode encontrar diagnóstico, realizar tratamento e acompanhamento em casos de câncer", conclui a médica.

A nova unidade é resultado de quatro anos de pesquisa e desenvolvimento. Foram investidos R$ 30 milhões no projeto, cuja seção de radioterapia é coordenada pelo radioterapeuta Dr. Felipe Erlich. "Trouxemos ao Rio a opção médica mais avançada que existe na atualidade para que a população não precise sair do estado em busca de um tratamento eficaz, o qual é conduzido por equipe multidisciplinar altamente capacitada", explica o especialista.

Segundo o Dr. Felipe Erlich, o Novalis 6D Classic "realiza" radiocirurgia guiada por imagem 3D, o que permite alto grau de precisão e eficiência na localização do tecido que necessita de tratamento. A tecnologia combina os benefícios da radiocirurgia estereotáxica, radioterapia conformacional tridimensional e radioterapia de intensidade modulada em uma única plataforma. O sistema do equipamento conta com um acelerador linear que molda feixes de radiação de alta energia focalizada (fótons) capazes de reduzir ou controlar o crescimento de tumores, matando as células cancerosas ou interferindo em sua capacidade de crescer, com efeitos colaterais mínimos e ampliação das chances de cura.

"Para localizar a área a ser tratada, as diferentes técnicas de imagem do Novalis localizam os alvos com precisão submilimétrica e permitem visualizar o tumor em tempo real. Assim, é possível delimitar a região exata, posicionar o paciente e precisar a quantidade máxima de radiação possível enviada ao tecido doente, enquanto o tecido saudável permanece protegido e seguro", acrescenta o Dr. Marcello Reis, neurocirurgião e coordenador para os casos envolvendo o cérebro e a coluna vertebral.

Métodos de tratamento

O Centro iniciará suas atividades com aplicação dos métodos de Radioterapia, IMRT, IGRT e Braquiterapia – todos não invasivos, sem a necessidade de internação. Em seguida, também serão oferecidas técnicas mais modernas em quimioterapia, hematologia, oncologia clínica, cuidados paliativos, além de exames complementares para diagnósticos precoces e rastreamento.

IMRT e IGRT: O Clinac-IX é o equipamento que possibilita o tratamento de tumores superficiais e profundos, com menores taxas de toxicidade. Também torna disponíveis técnicas como a radioterapia de intensidade modulada (IMRT), a radioterapia guiada por imagem (IGRT) e a radioterapia conformacional tridimensional, dupla energia e uso de feixe de elétrons.

Braquiterapia: O Centro também contará com equipamentos de braquiterapia de baixa-taxa como opção para tratamento de tumores como de cabeça e pescoço e de próstata. Neste último, o procedimento ocorre por meio da implantação de sementes radioativas na próstata do paciente, oferecendo uma menor chance de complicações, que são comuns em modalidades convencionais de tratamento para o câncer nessa região, como impotência sexual e incontinência urinária, destaca a Dra. Juliana Panichella, radioterapeuta e coordenadora para a Braquiterapia.

O Centro de Oncologia também conta com equipe de psicologia para realizar o acompanhamento de pacientes e familiares durante o tratamento.

Sobre a Rede DOr

Fundada em 1977 com a abertura da primeira unidade Cardiolab do Grupo Labs, a Rede DOr é hoje a maior operadora independente de hospitais e laboratórios do Brasil, reunindo referência médica e tecnológica das unidades Labs DOr, dos Hospitais DOr e dos Hospitais Associados. Presente nos estados do Rio de Janeiro, Pernambuco e São Paulo, conta com 3 mil leitos, 20 mil funcionários e realiza 5 milhões de atendimentos por ano. O grupo opera com 65 unidades de diagnóstico e 17 hospitais próprios, além de dois hospitais sob gestão e três em fase de construção. A rede tem como objetivo prestar atendimento médico-hospitalar de alta eficácia, com equipes multidisciplinares capacitadas para oferecer qualidade, respeito e segurança a seus pacientes.

Clique aqui para ver o link.

+ Notícias

16/04/2011 - Governo garante tratamento imediato para pacientes de braquiterapia do HOL (PA)
24/03/2011 - Falta de medicação volta a atingir Hospital Mário Covas
18/11/2010 - Hospital Parque Belém terá centro de próstata