facebook google + twitter comunidade cadastre-se    sua conta
Saúde da Próstata

NOTÍCIAS

 notícias
 áudios
 vídeos
 busca
 cadastre-se
Notícias

ACESSOS

envolva-se

 

quem somos
o abc da próstata
prostatite
hiperplasia
câncer de próstata
fui diagnosticado
exames grátis
prevenção
notícias
artigos
cadastre-se
sua conta
solicitar palestra
recomendados
fale conosco

 

pacientes

 

família

 

busca
 

NOTÍCIAS


Uso de novo medicamento para tratar câncer de próstata em discussão no Espírito Santo (01/10/2010)

ref.: gazeta online

O remédio, já comercializado nos Estados Unidos e na Europa, é um dos temas da I Jornada Neon de Uro-Oncologia, iniciada nesta sexta-feira (1), em Pedra Azul

O combate ao câncer de próstata, o mais comum entre os homens no Brasil, ganhou um novo aliado: o cabazitaxel. Ele é o primeiro medicamento desenvolvido para pacientes que estão em estágio avançado da doença e que têm resistência aos tratamentos convencionais. Comercializado nos Estados Unidos e na Europa, o remédio aguarda aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser comercializado no País.

O assunto será um dos temas da I Jornada Neon de Uro-Oncologia, realizada a partir desta sexta-feira (1), até o próximo domingo (3) em Pedra Azul, em Domingos Martins. De acordo com informações da assessoria de imprensa, a oncologista Kitia Coimbra Perciano, ressalta que as pesquisas mostraram que o cabazitaxel aumenta em 28% a sobrevida de pacientes resistentes à quimioterapia tradicional e com o câncer de próstata avançado, que já atingiu outros órgãos. A médica enfatiza que o medicamento é mais uma opção de tratamento e acredita que, em breve, ele poderá ser usado também no Brasil.

Kitia falará sobre a novidade para os participantes da Jornada, promovida pelo Núcleo Especializado em Oncologia (Neon). O evento abordará, entre outros temas, novos medicamentos e terapias para os tumores urológicos, que atingem bexiga, próstata, rins, entre outros órgãos.

Pesquisas
A droga cabazitaxel é injetável e foi usada como tratamento em um estudo europeu apresentado em congresso de oncologia clínica em Chicago, nos Estados Unidos, em junho deste ano. Um grupo de 755 pacientes com câncer de próstata em estágio avançado recebeu o remédio. Os pesquisadores constataram um aumento de 28% na sobrevida, em comparação à quimioterapia padrão, e o aumento no controle da dor.

Super-hormônio
Outro assunto que será abordado na I Jornada Neon de Uro-Oncologia são as terapias com super-hormônios para tratar câncer de próstata avançado. Duas novas classes antiandrógeno oral (MDV3100 e abiraterona), com potência quatro vezes maior do que seus antecessores, estão sendo analisadas em pessoas com resistência aos hormônios convencionais.

Incidência
O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que o Espírito Santo registrará 1.040 casos de câncer de próstata este ano. No mundo, a previsão é de que esse número chegue a 52.350. Alguns dos tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo provocar a morte. A maioria, porém, cresce de maneira lenta e não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

Clique aqui para ver o link.

+ Notícias

31/08/2010 - InSightec trata primeiros pacientes com câncer de próstata em testes clínicos
16/08/2010 - Nova cirurgia de câncer de próstata promete reduzir impactos na atividade sexual

 

Vídeo Relacionado

Momento Saúde (4/5) - Tratamentos do Câncer de Próstata
assista ao vídeo

 


Gazeta Online