facebook google + twitter comunidade cadastre-se    sua conta
Saúde da Próstata

A PRÓSTATA

 o "abc" da próstata
 prostatite
 hiperplasia prostática benigna
 câncer de próstata
 câncer de próstata: fui diagnosticado, e agora?
 exames gratuitos
Associação pela Saúde da Próstata

ACESSOS

envolva-se

 

quem somos
o abc da próstata
prostatite
hiperplasia
câncer de próstata
fui diagnosticado
exames grátis
prevenção
notícias
artigos
cadastre-se
sua conta
solicitar palestra
recomendados
fale conosco

 

pacientes

 

família

 

busca
 

CÂNCER DE PRÓSTATA


Todo o material disponibilizado tem caráter informativo, com a finalidade de esclarecer e auxiliar homens, seus familiares e pessoas próximas, na tomada de decisões a respeito de saúde e tratamento da próstata.
Lembre-se que os sintomas originados pelos problemas da próstata são muito semelhantes.
Quaisquer informações não devem ser tomadas como recomendação e um profissional da área deverá ser consultado.

Clique na pergunta para abri-la:
 
O que é o câncer de próstata?
 
Quais são os sintomas do câncer da próstata?
 
Quais são os fatores de risco no câncer de próstata?
 
Como o câncer de próstata é diagnosticado?
 
Tratamentos para o câncer de próstata.
 
Estadiamento.
 
Escore de Gleason.
 
ref.: Wikipédia

Escore de Gleason (também conhecido como escala ou pontuação de Gleason) é uma pontuação dada a um câncer de próstata baseada em sua aparência microscópica. O escore de Gleason é importante porque escores maiores estão associados a piores prognósticos, já que são dados a cânceres mais agressivos. Para determinar o escore de Gleason, uma peça de tecido prostático deve ser obtida por meio de biópsia. Isto é realizado através da remoção da glândula (prostatectomia) ou retirando-se uma amostra da glândula através de uma agulha introduzida pelo reto.
O escore de Gleason varia de 2 a 10. Um escore de 2 está associado com o melhor prognóstico, enquanto o escore de 10 com o pior. O escore final é uma combinação de dois escores diferentes, que variam cada um de 1 a 5. Os escores de Gleason estão associados com as seguintes características:
  • Grau 1 - A próstata cancerosa se parece muito com o tecido normal. As glândulas são pequenas, bem-formadas e muito próximas.
  • Grau 2 - O tecido ainda possui glândulas bem formadas, mas elas são maiores e possuem mais tecido entre cada uma.
  • Grau 3 - O tecido ainda possui glândulas reconhecíveis, mas as células são mais escuras. Em uma magnificação maior, algumas destas células deixaram as glândulas e estão começando a invadir o tecido circundante.
  • Grau 4 - O tecido possui poucas glândulas reconhecíveis. Muitas células estão invadindo o tecido circundante.
  • Grau 5 - O tecido não possui glândulas reconhecíveis.
Um patologista examina a amostra da biópsia e fornece um escore baseado em dois padrões. O primeiro chamado de grau primário, representa a maior parte do tumor (deve ser maior que 50% do padrão total observado). O segundo - grau secundário - está relacionado com a minoria do tumor (deve ser menos que 50%, mas no mínimo 5% do padrão total do câncer observado). Estes escores são então somados para se obter o escore final de Gleason. Por exemplo, uma amostra de próstata pode exibir dois padrões diferentes, a um é atribuído o número 2 e ao outro é atribuído o número 3. O escore final de Gleason neste caso seria 5.
O escore de Gleason é usado para ajudar a avaliar o prognóstico de homens com câncer de próstata. Junto com outros parâmetros, o escore de Gleason é incorporado a uma estratégia de estadiamento do câncer de próstata que proporciona um prognóstico e ajuda a guiar a terapia.

 
FUI DIAGNOSTICADO. E AGORA?
 
Diagnóstico de Câncer de Próstata: saiba o que fazer.
 
LINKS IMPORTANTES:
 
Curso para Pacientes: Câncer de Próstata (AstraZeneca)
 
'Cardápio' para controlar sintomas da quimio e radioterapia (Icesp)