facebook google + twitter comunidade cadastre-se    sua conta
Saúde da Próstata

A PRÓSTATA

 o "abc" da próstata
 prostatite
 hiperplasia prostática benigna
 câncer de próstata
 câncer de próstata: fui diagnosticado, e agora?
 exames gratuitos
Associação pela Saúde da Próstata

ACESSOS

envolva-se

 

quem somos
o abc da próstata
prostatite
hiperplasia
câncer de próstata
fui diagnosticado
exames grátis
prevenção
notícias
artigos
cadastre-se
sua conta
solicitar palestra
recomendados
fale conosco

 

pacientes

 

família

 

busca
 

HIPERPLASIA PROSTÁTICA BENIGNA


Todo o material disponibilizado tem caráter informativo, com a finalidade de esclarecer e auxiliar homens, seus familiares e pessoas próximas, na tomada de decisões a respeito de saúde e tratamento da próstata.
Lembre-se que os sintomas originados pelos problemas da próstata são muito semelhantes.
Quaisquer informações não devem ser tomadas como recomendação e um profissional da área deverá ser consultado.

Clique na pergunta para abri-la:
 
O que é a Hiperplasia Prostática Benigna?
 
Quais os sintomas da HPB?
 
Como diagnosticar a HPB?
 
ref.: SBU-SP

A partir dos 40 anos de idade, é recomendado que o homem marque uma consulta com um médico urologista. É por volta dessa idade que começam a aparecer os sintomas relacionados aos problemas de saúde masculinos. É de grande importância que o homem seja adequadamente informado sobre as doenças que podem afetá-lo com o avançar da idade, ou seja, apesar dos preconceitos de conteúdo cultural, o urologista deve ser procurado sempre que houver qualquer tipo de dúvida relacionada à saúde do homem.
O toque retal é um exame extremamente importante tanto para constatar a presença da HPB como para descartar a hipótese de câncer de próstata. Durante o exame, o médico pode avaliar o tamanho e a consistência da próstata além de descobrir nódulos que podem ser indício de câncer de próstata.
O exame de sangue realizado é complementar ao exame físico realizado pelo urologista. Neste exame é dosada uma substância presente no sangue denominada Antígeno Prostático Específico (PSA), que aumenta em casos de HPB e de câncer de próstata. Porém, o fato do nível de PSA estar elevado não indica obrigatoriamente que o homem tenha câncer de próstata ou HPB, sendo necessária pesquisa adequadamente direcionada pelo médico.
É importante ressaltar que o PSA, apesar de ser um exame importante, não descarta a necessidade do exame do toque retal. A melhor forma de diagnosticar tanto o HPB quanto o câncer de próstata é através dos dois exames realizados juntos. Portanto, procure um urologista para melhores informações sobre sua saúde.

 
Tratamento para a HBP?
 
Como prevenir a HPB?
 
Complicações.